Tag

análise da pnad com o r Archives - Análise Macro

Desemprego segue subestimado no Brasil

By | Comentário de Conjuntura

No nosso Curso de Análise de Conjuntura usando o R, ensino os alunos a analisar os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), que traz diversos dados sobre o mercado de trabalho brasileiro. A análise desses dados dá uma dimensão interessante sobre os efeitos da pandemia do Covid-19. Para ilustrar, vamos olhar alguns dados agregados nesse Comentário de Conjuntura.

O script, como de hábito, começa com alguns pacotes...


## Pacotes utilizados nessa apresentação
library(tidyverse)
library(lubridate)
library(sidrar)
library(zoo)
library(scales)
library(timetk)
library(knitr)

Uma vez que os pacotes estejam carregados, eu posso pegar alguns dados agregados da PNAD, como no código abaixo.


populacao = get_sidra(api='/t/6022/n1/all/v/606/p/all') %>%
mutate(date = parse_date(`Trimestre Móvel (Código)`,
format='%Y%m')) %>%
select(date, Valor) %>%
as_tibble()

names = c("date", 'pnea', 'pea', 'desocupada', 'ocupada', 'pia')
condicao = get_sidra(api='/t/6318/n1/all/v/1641/p/all/c629/all') %>%
mutate(date = parse_date(`Trimestre Móvel (Código)`,
format='%Y%m')) %>%
select(date, "Condição em relação à força de trabalho e condição de ocupação", Valor) %>%
spread("Condição em relação à força de trabalho e condição de ocupação", Valor) %>%
`colnames<-`(names) %>%
as_tibble()

Com o código acima, eu pego dados de duas tabelas, a 6022 e 6318. Assim, consigo criar as variáveis que eu mais quero, que são a taxa de desemprego e a taxa de participação com o código a seguir.


agregado_pnad = inner_join(populacao, condicao, by='date') %>%
rename(populacao = Valor) %>%
mutate(inativos = populacao - pia,
desemprego = desocupada/pea*100,
participacao = pea/pia*100) %>%
select(date, populacao, inativos, pia, pea, pnea, ocupada, desocupada,
desemprego, participacao)

Uma vez que os dados estejam disponíveis, posso visualizá-los como abaixo.

Observe que o desemprego se aproxima dos 14% da PEA (População Economicamente Ativa). Porém, isso se dá com uma taxa de participação (PEA sobre a PIA) bastante reduzida por conta da pandemia do Covid-19. Em palavras outras, com o fim do auxílio emergencial e também com a proximidade da vacina e/ou da imunidade de rebanho na maioria das capitais, espera-se que o desemprego dê um salto ainda maior nos próximos meses.

________________

(*) Para ter acesso aos códigos completos de nossos futuros exercícios, cadastre-se na nossa Lista VIP aqui.

(**) As inscrições para as Turmas de Verão começam no próximo dia 27/10. Para ser avisado por e-mail, cadastre-se aqui.

Mercado de trabalho segue em situação dramática

By | Mercado de Trabalho

O IBGE divulgou agora há pouco o resultado do trimestre móvel encerrado em julho da PNAD Contínua. Como previu nosso modelo SARIMA, a taxa de desemprego ficou em 11,8%, recuando 0,2 p.p. em relação a junho. A taxa dessazonalizada, por seu turno, ficou em 11,7%. A tabela abaixo, extraída do nosso script de R temático do Curso de Análise de Conjuntura usando o R, faz um resumo da pesquisa.

Métricas Principais da PNAD Contínua
Jul/19 Jul/18 Variação (%)
População 209.411 207.788 0,8
PIA 170.975 169.425 0,9
PEA 106.153 104.193 1,9
PO 93.584 91.367 2,4
PD 12.569 12.827 -2,0
PNEA 64.822 65.231 -0,6
Carteira 33.146 32.912 0,7
Sem Carteira 11.658 11.039 5,6
Doméstico 6.280 6.258 0,4
Público 11.714 11.611 0,9
Empregador 4.331 4.389 -1,3
Conta Própria 24.227 23.035 5,2
TFA 2.230 2.123 5,0
Agropecuária 8.648 8.505 1,7
Indústria 12.044 11.833 1,8
Construção 6.650 6.615 0,5
Comércio 17.540 17.376 0,9
Transporte 4.827 4.646 3,9
Alojamento 5.415 5.227 3,6
Informação 10.529 9.999 5,3
Administração Pública 16.495 16.127 2,3
Outros Serviços 5.088 4.733 7,5
Serviços Domésticos 6.326 6.262 1,0
Renda Nominal 2.286 2.207 3,6
Renda Real 2.286 2.290 -0,2
Massa Nominal 208.627 196.770 6,0
Massa Real 208.627 204.135 2,2

Enquanto a PEA aumentou em 45 mil pessoas, a População Ocupada aumentou em 242 mil, tendo como resultado uma queda de 197 mil pessoas na População Desocupada. Abaixo, um gráfico da taxa de desemprego no período recente.

Abrindo a população ocupada, pode-se ver que houve queda de 67 mil pessoas na PO com Carteira e queda de 38 mil na PO Empregador, sendo compensada por aumento nas demais categorias. O gráfico abaixo mostra a evolução da população ocupada sob diferentes cortes.

Dois outros pontos chamam atenção na pesquisa. O primeiro é a queda no rendimento médio real nos últimos meses, como pode ser visto no gráfico a seguir.

O segundo ponto é o aumento contínuo do desemprego com mais de dois anos de procura por emprego, como ilustra o gráfico a seguir. Nessa situação, encontram-se 3,3 milhões de pessoas.

Em outras palavras, a queda da taxa de desemprego nesse momento deve ser vista com cautela. Há pouco por comemorar sobre os ventos do mercado de trabalho.

Receba diretamente em seu e-mail gratuitamente nossas promoções especiais
e conteúdos exclusivos sobre Análise de Dados!

Assinar Gratuitamente