A morte de Eduardo Campos: "não vamos desistir do Brasil".

Recebi com consternação a notícia da morte do candidato à presidência da República, Eduardo Campos. Acompanhei, de longe, mas com bastante curiosidade, o seu governo em Pernambuco. Como analista, estava bastante entusiasmado com sua coligação por entender que era não apenas uma forma de consolidar a "terceira via" na política brasileira, mas também porque era uma chance de entender melhor como a esquerda pode contribuir com o país. Eduardo foi um governador absolutamente pragmático, sem se ater aos dogmas tradicionais de sua posição partidária e isso era um frescor em meio ao domínio exercido pelo PT e pelo PSDB no quadro nacional, bem como as alianças necessárias para se governar o país. A lamentar esse evento trágico para a política brasileira, em um momento que a oposição e os economistas entendiam como crucial para reverter o caos macroeconômico em que nos encontramos.

Acho, desse modo, prematuro falar ou divagar sobre o que acontecerá daqui para frente. O momento é de chorar os mortos. O que acho que não podemos esquecer nesse dia triste é a mensagem que o próprio Eduardo Campos deixou: não vamos desistir do Brasil. No mais, nada a acrescentar nesse momento de extrema tristeza para o país.

Compartilhe esse artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Print

Comente o que achou desse artigo

Outros artigos relacionados

FED Speeches: Quantificando a Incerteza da Política Monetária com IA e Python

Os discursos dos membros do FED podem dar indicativos relevantes sobre a condução da política monetária, como a percepção de incerteza na fala e na escolha das palavras. Sendo assim, monitorar e interpretar não é suficiente, é necessário quantificar a incerteza nos discursos. Neste exercício mostramos o caminho para construir um indicador de incerteza da política monetária, usando métodos inovadores de IA com o Python.

Medindo o Hiato do Produto do Brasil usando Python

Uma medida extremamente importante para a avaliação econômica de um país é o Hiato do Produto. Neste post, realizamos uma comparação das diferentes formas de estimação dessa variável não observável utilizando o Python como ferramenta de análise de dados.

Como analisar a contribuição para a Volatilidade de uma carteira de ações usando Python

A contribuição para a volatilidade fornece uma decomposição ponderada da contribuição de cada elemento do portfólio para o desvio padrão de todo o portfólio. Em termos formais, é definida pelo nome de contribuição marginal, que é basicamente a derivada parcial do desvio padrão do portfólio em relação aos pesos dos ativos. A interpretação da fórmula da contribuição marginal, entretanto, não é tão intuitiva, portanto, é necessário obter medidas que possibilitem analisar os componentes. Veremos portanto como calcular os componentes da contribuição e a porcentagem da contribuição. Vamos criar as respectivas medidas usando a linguagem de programação Python.

como podemos ajudar?

Preencha os seus dados abaixo e fale conosco no WhatsApp

Boletim AM

Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins semanais diretamente em seu e-mail.