Poesia

Amor, de repente...

By 10 de abril de 2011 No Comments

Não paro de sorrir,
Depois que te conheci...
Meus versos não fazem chorar,
Agora só querem te amar...

Desses entrelaços da vida,
Como uma flecha e um espaço
Eis que surge você!

Plenamente desconhecidos
No palco real de nossas vidas
Viramos confidentes
Nesse mundo virtual e intrigante.

Já não confesso mais tristeza,
Já não quero mais chorar...
Minha vida, meus amores
Agora são teus olhos
Que me fazem apaixonar...

E como mágica,
E como vento
A reciprocidade do momento
Traz consigo a arte de amar.

Receba diretamente em seu e-mail gratuitamente nossas promoções especiais
e conteúdos exclusivos sobre Análise de Dados!

Assinar Gratuitamente