Comentário de Conjuntura: IBC-Br surpreende em julho

[et_pb_section admin_label="section"][et_pb_row admin_label="row"][et_pb_column type="1_2"][et_pb_text admin_label="Texto" background_layout="light" text_orientation="justified" text_font="Abel||||" text_font_size="21" use_border_color="off" border_color="#ffffff" border_style="solid"]

O Banco Central divulgou ontem o resultado do seu Índice de Nível de Atividade, o IBC-Br, referente a julho último. Os dados divulgados acabaram surpreendente positivamente, dadas as divulgações prévias da produção industrial e da pesquisa mensal do comércio. Na margem, o IBC-Br avançou 0,57%, enquanto na comparação com o mesmo mês de 2017, o avanço foi de 1,46%. O comércio restrito, por exemplo, caiu 0,5% na margem em julho e 1% na comparação interanual. A produção industrial, por seu turno, caiu 0,2% na margem. O número do IBC-Br, por suposto, veio bem acima do consenso de mercado, que previa certa estabilidade no índice, em julho.

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type="1_2"][et_pb_image admin_label="Imagem" src="https://analisemacro.com.br/wp-content/uploads/2018/09/post.png" show_in_lightbox="off" url="https://analisemacro.com.br/cursos-de-r/" url_new_window="off" use_overlay="off" animation="off" sticky="off" align="center" force_fullwidth="off" always_center_on_mobile="on" use_border_color="off" border_color="#ffffff" border_style="solid"]

 

[/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label="row"][et_pb_column type="1_3"][et_pb_code admin_label="Código"]<!-- html table generated in R 3.4.1 by xtable 1.8-2 package --> <!-- Tue Sep 18 07:38:55 2018 --> <table border=1> <caption align="bottom"> Variação do IBC-Br (%) </caption> <tr> <th> </th> <th> Mensal </th> <th> Trimestral </th> <th> Interanual </th> <th> Anual </th> </tr> <tr> <td align="right"> 2018 May </td> <td align="right"> -3,35 </td> <td align="right"> -1,33 </td> <td align="right"> -2,82 </td> <td align="right"> 1,14 </td> </tr> <tr> <td align="right"> 2018 Jun </td> <td align="right"> 3,42 </td> <td align="right"> -0,84 </td> <td align="right"> 1,93 </td> <td align="right"> 1,34 </td> </tr> <tr> <td align="right"> 2018 Jul </td> <td align="right"> 0,57 </td> <td align="right"> -0,76 </td> <td align="right"> 2,56 </td> <td align="right"> 1,46 </td> </tr> </table>[/et_pb_code][/et_pb_column][et_pb_column type="2_3"][et_pb_text admin_label="Texto" background_layout="light" text_orientation="justified" text_font="Abel||||" text_font_size="21" use_border_color="off" border_color="#ffffff" border_style="solid"]

De modo a ilustrar alguma tendência, podemos tomar os últimos três meses contra os três meses imediatamente anteriores (algo que nossos alunos aprendem no nosso Curso de Análise de Conjuntura usando o R). Nessa métrica, a variação permaneceu negativa nos últimos três resultados, como ilustra a tabela ao lado (produzida com o uso do R). O gráfico a seguir ilustra a evolução dessa variação trimestral, mostrando que o índice ainda engatinha uma recuperação do último tombo sofrido na greve dos caminhoneiros. Em termos mais suavizados, o IBC-Br encerrou julho com uma variação acumulada em 12 meses de 1,46%, mostrando que o índice continua sua recuperação iniciada em meados de 2016. Esse número, contudo, tem que ser visto com cautela, dado que como já fizemos exercício nesse espaço, o IBC-Br tende a superestimar a variação do PIB.

 

 

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label="row"][et_pb_column type="4_4"][et_pb_text admin_label="Texto" background_layout="light" text_orientation="justified" text_font="Abel||||" text_font_size="21" use_border_color="off" border_color="#ffffff" border_style="solid"]

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label="row"][et_pb_column type="4_4"][et_pb_image admin_label="Imagem" src="https://analisemacro.com.br/wp-content/uploads/2018/09/turmasdeoutubro.png" show_in_lightbox="off" url="https://analisemacro.com.br/cursos-de-r/" url_new_window="off" use_overlay="off" animation="off" sticky="off" align="center" force_fullwidth="off" always_center_on_mobile="on" use_border_color="off" border_color="#ffffff" border_style="solid"]

 

[/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Compartilhe esse artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Print

Comente o que achou desse artigo

Outros artigos relacionados

Como aplicar Balanceamento por Entropia no R?

Nesta postagem, apresentamos uma introdução ao Balanceamento por Entropia, comparando este método com a técnica de pareamento e demonstrando os resultados obtidos com a implementação do código em R.

Análise de Elasticidade Preço com Python

“Se eu aumentar o preço, o que vai acontecer com as vendas?” Uma forma de responder este tipo de pergunta é através de ferramentas analíticas de microeconomia, como a análise de elasticidade. Neste artigo, mostramos um exemplo prático utilizando dados reais com o Python.

Calculando o impulso de crédito no Python

Qual é o papel do crédito no crescimento da economia? Para analisar esta questão, calculamos o indicador de impulso de crédito para a economia brasileira e comparamos com o nível da atividade econômica usando o Python.

como podemos ajudar?

Preencha os seus dados abaixo e fale conosco no WhatsApp

Boletim AM

Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins semanais diretamente em seu e-mail.