Comentário de Conjuntura

Retomada está sendo liderada pela iniciativa privada

By 3 de dezembro de 2019 No Comments

O IBGE divulgou hoje pela manhã os resultados das Contas Nacionais Trimestrais referentes ao terceiro trimestre. O PIB teve alta de 0,6% em relação ao 2º tri, número levemente superior à expectativa que era de 0,5%. Na comparação com o mesmo trimestre de 2018, houve avanço de 1,2%. Ao abrir o PIB pelo lado da oferta, observa-se que houve crescimento nos três grandes setores, com destaque para a agropecuária, que cresceu 1,3% na margem. Os serviços, que têm o maior peso, cresceram 0,4% na margem. Pelo lado da demanda, o destaque foi o crescimento na margem de 2% na Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF). A tabela abaixo, resume.

Variação dos Componentes do PIB (%)
Margem Trimestral Anual 2 anos
Agro 1,3 2,1 2,0 3,5
Ind 0,8 1,0 -0,0 1,2
Serv 0,4 1,0 1,1 2,9
PIB 0,6 1,2 1,0 2,6
Consumo 0,8 1,9 1,7 4,3
Governo -0,4 -1,4 -0,8 -0,1
FBCF 2,0 2,9 3,0 7,3
Exportação -2,8 -5,5 1,3 4,5
Importação 2,9 2,2 2,4 12,3

O resultado na margem mostra uma pequena aceleração na taxa de crescimento do PIB, se comparado com os resultados anteriores. O crescimento anualizado no terceiro trimestre está em 2,4%. O gráfico abaixo ilustra.


O resultado interanual, por seu turno, mostra um resultado em linha com uma recuperação em torno de 1%. Nessa métrica, houve também uma recuperação da taxa de crescimento. O gráfico a seguir ilustra.

A seguir, investigamos os componentes do PIB. Para começar, abrimos o destaque do terceiro trimestre, a FBCF.

Importante lembrar que dada a mudança contábil na importação de plataformas de petróleo, feita no terceiro trimestre de 2018, a base de comparação é um pouco mais elevada, o que torna o resultado de 2,9% bastante robusto. A recuperação da FBCF, diga-se, abriu uma "boca de jacaré" em relação à poupança, como pode ser visto abaixo.

O outro destaque positivo pelo lado da demanda foi o Consumo das Famílias, que cresceu 0,8% na margem e 1,9% na comparação interanual, refletindo melhores condições de crédito e renda. Os gráficos abaixo ilustram.

Os dados mais robustos do mercado de trabalho, como aumento da massa salarial, indicam que o Consumo das Famílias deve continuar se recuperando no último trimestre do ano. O resultado do 3º tri, por suposto, deixa claro uma mudança importante na composição do crescimento. Enquanto Consumo das Famílias e FBCF apresentam recuperação, houve uma inflexão no Consumo do Governo, como ilustram os gráficos abaixo.

Significa dizer que a retomada do crescimento está sendo liderada pela iniciativa privada. Justamente por isso, há uma lentidão acima do normal na recuperação em curso. O gráfico abaixo ilustra o PIB  em nível, mostrando que voltamos ao patamar de 2015.

Em resumo, os dados do PIB surpreenderam positivamente, com uma distribuição saudável de crescimento por parte da demanda. No lado da oferta, ainda espera-se dos Serviços e da Indústria uma recuperação um pouco mais forte. A ver.

________________________

(*) As Contas Nacionais Trimestrais contam com script automático de coleta, tratamento e análise dos dados no nosso Curso de Análise de Conjuntura usando o R.

Comments

Cadastre-se na newsletter
e receba nossas novidades em primeira mão!