Indicação de Leitura Econômica

O efeito multiplicador deve ser levado a sério?

By 15 de agosto de 2014 No Comments

Estudantes de economia são expostos desde muito cedo a um dos mais caros conceitos do projeto de pesquisa keynesiano: o multiplicador de gastos autônomos. A ideia é simples: o gasto realizado pelo setor público gera efeitos multiplicadores sobre a economia, ao ativar tanto o consumo quanto o investimento privados. A imagem comumente utilizada é poderosa: uma pedra jogada em um lago, que provoca ondas secundárias, representando os efeitos multiplicadores da ação pública. Evidências empíricas sobre esse efeito dinâmico do gasto público, que provocaria um crowding in sobre o investimento privado? Muito poucas e, em geral, com pouca robustez. Evidências contrárias ao efeito multiplicador? Ao invés de crowding in, crowding out? Um paper do FMI aqui, recém saído do forno.

Receba diretamente em seu e-mail gratuitamente nossas promoções especiais
e conteúdos exclusivos sobre Análise de Dados!

Assinar Gratuitamente