Mercado de Trabalho

Mercado de Trabalho em 2019: o que diz a PNAD Contínua?

By 31 de janeiro de 2020 No Comments

O IBGE divulgou hoje pela manhã os dados da PNAD Contínua referentes ao trimestre móvel encerrado em dezembro. Com efeito, têm-se os dados fechados de 2019 e é possível fazer uma análise da dinâmica do mercado de trabalho ao longo do ano. Focamos nesse post nos dados da PNAD, enquanto na terça-feira, no próximo Comentário de Conjuntura, faremos uma análise conjunta com o CAGED, além de atualizar nossos modelos de projeção para a taxa de desemprego.

Métricas Principais da PNAD Contínua
Dez/19 Dez/18 Variação (%)
População 210.077 208.468 0,8
PIA 171.613 170.022 0,9
PEA 106.184 104.888 1,2
PO 94.552 92.736 2,0
PD 11.632 12.152 -4,3
PNEA 65.429 65.133 0,5
Carteira 33.668 32.942 2,2
Sem Carteira 11.855 11.488 3,2
Doméstico 6.356 6.256 1,6
Público 11.641 11.596 0,4
Empregador 4.442 4.520 -1,7
Conta Própria 24.557 23.775 3,3
TFA 2.033 2.158 -5,8
Agropecuária 8.333 8.389 -0,7
Indústria 12.166 11.777 3,3
Construção 6.820 6.806 0,2
Comércio 18.009 17.737 1,5
Transporte 4.896 4.749 3,1
Alojamento 5.663 5.381 5,2
Informação 10.570 10.349 2,1
Administração Pública 16.529 16.313 1,3
Outros Serviços 5.152 4.931 4,5
Serviços Domésticos 6.391 6.262 2,1
Renda Nominal 2.340 2.256 3,7
Renda Real 2.340 2.332 0,3
Massa Nominal 216.262 204.169 5,9
Massa Real 216.262 211.057 2,5

A tabela acima resume as principais métricas da pesquisa entre dezembro de 2019 e dezembro de 2018. Para uma população de 210 milhões, a população economicamente ativa (PEA) representou 106 milhões. Desses, 94,5 milhões estavam ocupadas em algum tipo de atividade - inclui o mercado informal - enquanto 11,6 milhões estavam à procura de emprego. A população desocupada, diga-se, reduziu 4,3% na comparação com o dezembro de 2018.

Ao abrir a população ocupada, nota-se que houve aumento de 2,2% dos empregados com carteira, enquanto o emprego sem carteira aumentou 3,2%. O emprego por conta própria avançou 3,3%.

Em termos de rendimentos, a renda real avançou míseros 0,3% e a massa real 2,5%.

O gráfico acima ilustra o comportamento da taxa de desemprego. A taxa sem ajuste fechou o trimestre móvel encerrado em dezembro em 11%. Em termos dessazonalizados, a taxa ficou em 11,5%. Em dezembro de 2018, essas taxas eram de 11,6% e 12,2%, respectivamente.

Como se vê, ainda há bastante ociosidade no mercado de trabalho.

__________________



(*) Uma apresentação completa da PNAD está disponível aqui.

(**) Nosso Curso de Análise de Conjuntura usando o R está com inscrições abertas!

Cadastre-se em nossa lista VIP para descontos e conteúdos exclusivos!

Quero participar
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}