Política Monetária

Tombini rompe o período de "Purdah" da política monetária e comenta previsões do FMI

By 19 de janeiro de 2016 No Comments

Soou (muito) estranho, leitor, a nota divulgada hoje pelo Banco Central (ver aqui) sobre a revisão das projeções do FMI para o crescimento brasileiro. Primeiro, porque essa revisão era para lá de esperada: o número anterior do fundo para o crescimento esse ano era de -1%, que não levava em consideração nem mesmo o carregamento estatístico de 2015. Segundo, porque essa declaração do presidente do Banco Central ocorre um dia antes da decisão sobre a taxa básico de juros. Em geral, há um período conhecido como "Purdah", antes das reuniões de política monetária, onde os diretores/membros do board evitam falar com a imprensa, para não gerar volatilidade no mercado. Um texto interessante sobre o assunto pode ser lido aqui. Fica difícil, nesse contexto, imaginar o que quer o Banco Central. Desde a última ata, passando pelo relatório de inflação de dezembro, a sinalização por aumento de juros era bastante clara. Agora, aos 45 minutos do segundo tempo, ele faz isso? Estranho, muito estranho, leitor... 🙁

Receba diretamente em seu e-mail gratuitamente nossas promoções especiais
e conteúdos exclusivos sobre Análise de Dados!

Assinar Gratuitamente