Tag

análise do ibc-br Archives - Análise Macro

Análise do IBC-Br com o R

By | Indicadores

Hoje pela manhã o IBGE divulgou mais um indicador referente à atividade em abril: o IBC-Br, o Índice de Nível de Atividade do Banco Central. É outra pesquisa que também conta com script automático de coleta, tratamento e visualização de dados no nosso Curso de Análise de Conjuntura usando o R. Na comparação interanual, houve queda de 15,09% no IBC-Br em abril. O acumulado em 12 meses também foi para terreno negativo, registrando -0,52%. O IBC-Br, por construção, retrata o que ocorre com as pesquisas de alta frequência da indústria, comércio e serviços.

Uma apresentação dos dados está disponível aqui.

(**) Isso e muito mais você aprende no nosso Curso de Análise de Conjuntura usando o R.

_________________

Análise automatizada do IBC-Br com o R

By | Cursos da Análise Macro

Uma das grandes vantagens de se utilizar linguagens de programação é poder criar scripts que automatizam tarefas corriqueiras. Aqui, por exemplo, mostro como é possível criar em segundos uma apresentação em RMarkdown para o IBC-Br, índice de nível de atividade do Banco Central.

O script faz parte do novo curso de Análise de Conjuntura da Análise Macro. Saiba mais em: https://analisemacro.com.br/cursos/macroeconomia-aplicada/analise-de-conjuntura-usando-o-r/

IBC-Br: Recuperação mais do que comprometida

By | PIB

O Banco Central acabou de divulgar os resultados do Índice de Nível de Atividade da instituição - o IBC-Br - referente ao mês de fevereiro. Nada animadores, diga-se. Pelo segundo mês seguido, a variação na margem veio negativa: 0,73% em relação a janeiro. Também na variação da média móvel trimestral - últimos três meses contra os três meses imediatamente anteriores - houve recuo de 0,21%. Uma indicação de que a recuperação da economia nesse ano está bastante comprometida.

Aprenda a analisar o IBC-Br e vários outros índices no Curso de Análise de Conjuntura usando o R 

Nas métricas mais suavizadas, por seu turno, ainda há crescimento positivo. A variação interanual, o IBC-Br cresceu 2,49% em fevereiro, enquanto no acumulado em 12 meses registra alta de 1,21%.

O pessimismo captado pelo IBC-Br, a propósito, se soma à sétima redução semanal do crescimento previsto para 2019 captado no boletim Focus. No último dado disponível, espera-se crescimento de 1,95%.

O pessimismo está em grande parte associado à possibilidade de não aprovação da reforma da previdência ou à aprovação de uma reforma bem mais desidratada do que a versão entregue pelo governo ao Congresso.

Receba diretamente em seu e-mail gratuitamente nossas promoções especiais
e conteúdos exclusivos sobre Análise de Dados!

Assinar Gratuitamente