Cursos da Análise Macro

Exercícios do Wooldridge: Fundos de Pensão

By 22 de novembro de 2018 No Comments

No nosso Curso de Introdução à Econometria usando o R, os alunos aprendem a estimar modelos lineares a partir de Mínimos Quadrados Ordinários, tendo uma prática constante com o R. Para ilustrar como aprender econometria é divertido, podemos replicar um exemplo do livro clássico do Wooldridge, de Introdução à Econometria. Escolhemos aqui o exemplo 4.6, que estuda participação em fundos de pensão.

Vamos explicar a taxa de participação de funcionários de empresas em fundos de pensão com um modelo que leva em conta, número de empregados, tamanho da empresa, idade média dos funcionários. O modelo segue a seguinte forma funcional, onde P é a taxa de participação, T é o total de empregados da firma, A é a idade do fundo de pensão:

(1)   \begin{equation*} P = \beta_0 + \beta_1 T + \beta_2 A \end{equation*}

library(wooldridge)
data("k401k")
summary(lm(prate ~ mrate + age + totemp, data = k401k))

Reproduzindo o código, o leitor vai poder avaliar a tabela de regressão disponibilizada. Observe que o tamanho da empresa (medido por totemp) é estatisticamente significante. No entanto, o parâmetro estimado é extremamente pequeno: sua magnitude é de aproximadamente 0,00013. Embora consigamos prover evidências de que é diferente de zero, o parâmetro não é muito relevante.

Quer aprender mais sobre econometria? Conheça nossos Cursos Aplicados de R! Membros do Clube do Código têm acesso aos códigos desse e de outros exercícios do capítulo 4 do Wooldridge. Assine o Clube aqui

Receba diretamente em seu e-mail gratuitamente nossas promoções especiais
e conteúdos exclusivos sobre Análise de Dados!

Assinar Gratuitamente