Setor Externo

Gráfico do Dia: Balança comercial desagregada.

By 13 de junho de 2014 No Comments
balcom2

Fonte: Elaboração própria com dados da Funcex. Clique para melhor visualização.

Diz a teoria que as exportações são função (positiva) do câmbio real e da renda do resto do mundo. Desse modo, se você desvaloriza o câmbio real, as exportações aumentam, elevando assim o saldo da balança comercial. Correto? Não se a sua principal empresa de petróleo reduzir a produção - sabe-se lá por que, não é leitor - e se o acionamento de térmicas demandar mais combustíveis. Nesse caso, as importações aumentam, diminuindo o saldo da balança comercial de combustíveis (linha azul clara), fazendo com que o saldo total da balança comercial permaneça minguado (as barras rosas). Adicione a isso o fato da indústria ter aumentado as importações de bens intermediários (linha marron) - como havia citado aqui. Desse modo, não, leitor, a depreciação cambial - mesmo que real - não é o bastante para fazer aumentar o saldo da balança comercial.

Receba diretamente em seu e-mail gratuitamente nossas promoções especiais
e conteúdos exclusivos sobre Análise de Dados!

Assinar Gratuitamente