Gráfico do Dia: Balança comercial desagregada.

balcom2
Fonte: Elaboração própria com dados da Funcex. Clique para melhor visualização.

Diz a teoria que as exportações são função (positiva) do câmbio real e da renda do resto do mundo. Desse modo, se você desvaloriza o câmbio real, as exportações aumentam, elevando assim o saldo da balança comercial. Correto? Não se a sua principal empresa de petróleo reduzir a produção - sabe-se lá por que, não é leitor - e se o acionamento de térmicas demandar mais combustíveis. Nesse caso, as importações aumentam, diminuindo o saldo da balança comercial de combustíveis (linha azul clara), fazendo com que o saldo total da balança comercial permaneça minguado (as barras rosas). Adicione a isso o fato da indústria ter aumentado as importações de bens intermediários (linha marron) - como havia citado aqui. Desse modo, não, leitor, a depreciação cambial - mesmo que real - não é o bastante para fazer aumentar o saldo da balança comercial.

Compartilhe esse artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Print

Comente o que achou desse artigo

Outros artigos relacionados

FED Speeches: Quantificando a Incerteza da Política Monetária com IA e Python

Os discursos dos membros do FED podem dar indicativos relevantes sobre a condução da política monetária, como a percepção de incerteza na fala e na escolha das palavras. Sendo assim, monitorar e interpretar não é suficiente, é necessário quantificar a incerteza nos discursos. Neste exercício mostramos o caminho para construir um indicador de incerteza da política monetária, usando métodos inovadores de IA com o Python.

Medindo o Hiato do Produto do Brasil usando Python

Uma medida extremamente importante para a avaliação econômica de um país é o Hiato do Produto. Neste post, realizamos uma comparação das diferentes formas de estimação dessa variável não observável utilizando o Python como ferramenta de análise de dados.

Como analisar a contribuição para a Volatilidade de uma carteira de ações usando Python

A contribuição para a volatilidade fornece uma decomposição ponderada da contribuição de cada elemento do portfólio para o desvio padrão de todo o portfólio. Em termos formais, é definida pelo nome de contribuição marginal, que é basicamente a derivada parcial do desvio padrão do portfólio em relação aos pesos dos ativos. A interpretação da fórmula da contribuição marginal, entretanto, não é tão intuitiva, portanto, é necessário obter medidas que possibilitem analisar os componentes. Veremos portanto como calcular os componentes da contribuição e a porcentagem da contribuição. Vamos criar as respectivas medidas usando a linguagem de programação Python.

como podemos ajudar?

Preencha os seus dados abaixo e fale conosco no WhatsApp

Boletim AM

Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins semanais diretamente em seu e-mail.