O que são APIs e como utilizá-las no Python?

Utilizar APIs para coletar dados online pode acelerar e automatizar significativamente o processo de análise de dados. No lugar de baixar planilhas de Excel manualmente, podemos utilizar uma API para importar os dados online através de código!

Diversas bases de dados hoje em dia possuem APIs para livre utilização, como Banco Central, Portal de Dados Abertos, IBGE e outras. Apesar de cada API possuir suas particularidades, todas elas funcionam de maneira semelhante. Dessa forma, entender os fundamentos sobre APIs é importante para conseguir atender as demandas de análises de dados diversas no dia a dia.

Neste artigo, explicamos intuitivamente o que são APIs, como funcionam e mostramos um exemplo em Python de utilização.

Aprenda a coletar, processar e analisar dados na formação de Do Zero à Análise de Dados com Python.

Entendendo APIs com uma analogia

Em termos simples, podemos entender uma API como um garçom em um restaurante atuando como um intermediário entre o cliente e a cozinha.

O cliente faz o pedido ao garçom e este repassa à cozinha. A cozinha prepara o pedido para o garçom retirar e entregar ao cliente. APIs funcionam basicamente da mesma forma.

  • Cliente = Cliente (i.e., usuário solicitante, navegador, app);
  • Garçom = API (i.e., Application Programming Interface, comunicação entre cliente e servidor);
  • Cozinha = Servidor (i.e., processa pedido, entrega uma resposta)

Em termos práticos, APIs são muito utilizadas para transmissão de dados e usamos pacotes e funções de linguagens de programação para:

  1. Fazer uma requisição para a API (i.e., apontar uma URL base e parâmetros/filtros da requisição de dados);
  2. Obter uma resposta da API (i.e., resultado bem/mal sucedido, conteúdo/corpo);
  3. Transformar a resposta em um objeto da linguagem (i.e., de XML/JSON/etc. para uma tabela de dados).

Exemplo prático: API do Banco Central

Sistema Gerenciador de Séries Temporais (SGS) é uma API para coletar dados do BC. Nessa página está a documentação de como usar a API para nosso exemplo.

URL base é: https://api.bcb.gov.br/dados/serie/bcdata.sgs.{codigo_serie}/dados?formato=json&dataInicial={dataInicial}&dataFinal={dataFinal}

E os parâmetros básicos disponíveis são:

  • {codigo_serie}: é o código da série temporal a ser coletada (i.e., coloque “1” para obter a “taxa de câmbio”)
  • {dataInicial}: é a data da primeira observação desejada, no formato “dd/MM/aaaa”
  • {dataFinal}: é a data da última observação desejada, no formato “dd/MM/aaaa”

Exemplo de como fica a URL sem nenhum parâmetro além do {codigo_serie}:

https://api.bcb.gov.br/dados/serie/bcdata.sgs.1/dados?formato=json

Os dados nessa URL podem ser acessados pelo navegador, mas como obtê-los através da linguagem de programação?

Para coletar os dados do SGS/BC no Python podemos usar a biblioteca requests em duas etapas:

Para obter o código e o tutorial deste exercício faça parte do Clube AM e receba toda semana os códigos em R/Python, vídeos, tutoriais e suporte completo para dúvidas.

  1. Faça uma requisição, obtendo uma resposta:
<Response [200]>
  1. Transforme o conteúdo da resposta (neste caso é do tipo JSON) em um DataFrame:
data valor
9855 02/04/2024 5.0476
9856 03/04/2024 5.0724
9857 04/04/2024 5.0237
9858 05/04/2024 5.0520
9859 08/04/2024 5.0421

Informações importantes

  • Fontes de dados públicas frequentemente podem apresentar instabilidades ou alterações sem aviso prévio. Se você obteve um erro ao tentar extrair dados públicos, verifique no site da instituição se está tudo ok e tente novamente em outro momento se for o caso.
  • APIs de dados públicos geralmente possuem limitações de requisição, portanto, utilize com cautela e responsabilidade, evitando ser bloqueado ou realizar requisições de dados desnecessárias.
  • Há formas de tornar o código de requisição de dados mais robusto contra falhas, consulte a documentação do pacote utilizado na aula para se aprofundar.

Conclusão

Utilizar APIs para coletar dados online pode acelerar e automatizar significativamente o processo de análise de dados. Diversas bases de dados hoje em dia possuem APIs para livre utilização, como Banco Central, Portal de Dados Abertos, IBGE e outras. Neste artigo, explicamos intuitivamente o que são APIs, como funcionam e mostramos um exemplo em Python de utilização.

Quer aprender mais?

Clique aqui para fazer seu cadastro no Boletim AM e baixar o código que produziu este exercício, além de receber novos exercícios com exemplos reais de análise de dados envolvendo as áreas de Data Science, Econometria, Machine Learning, Macroeconomia Aplicada, Finanças Quantitativas e Políticas Públicas diretamente em seu e-mail.

Compartilhe esse artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Print

Comente o que achou desse artigo

Outros artigos relacionados

A Abordagem do Estudo de Eventos usando Python

A maioria das pesquisas em finanças está dedicada a investigar o efeito de um anúncio da companhia ou de um evento, sistêmico ou não, sobre o preço de uma ação. Esses estudos são conhecidos como “estudos de eventos”. Neste contexto, apresentaremos uma breve introdução à metodologia e demonstraremos como aplicá-la por meio de exemplos reais utilizando a linguagem de programação Python.

Como coletar dados do Eurostat usando a API com o Python?

Neste artigo mostramos como pesquisar e como coletar os dados do portal Eurostat através do sistema de API usando a linguagem Python. Este processo permite automatizar rotinas de extração de dados, eliminando trabalho manual e repetitivo de atualização de bases de dados econômicos.

como podemos ajudar?

Preencha os seus dados abaixo e fale conosco no WhatsApp

Boletim AM

Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins semanais diretamente em seu e-mail.